Matemática da beleza - Proporção Corporal e Facial





Por muito tempo trabalhar a silhueta era o ponto central da Consultoria de Imagem, falava-se em ¨simetria perfeita¨ e um formato de corpo foi eleito como o ideal.

Em tempos de empoderamento,de autoconhecimento e liberdade de simplesmente ser quem é,impor um silhueta atende á uma ditadura midiática de perfeição,mas não responde ao verdadeiro propósito da consultoria de imagem: desvendar-se e eclodir a auto estima sem reproduzir moldes.

A silhueta foi desconstruída e as peculiaridades de cada corpo precisam de atenção para que pontos considerados favoráveis sejam descobertos/aprimorados e pontos considerados desfavoráveis sejam amenizados,consultor@s de imagem não são ditadores de beleza.

Entender as 3 morfologias básicas (mesomorfo,endomorfo e ectomorfo),suas características e proporções aliadas á técnicas de formas,texturas e estampas na consultoria de imagem,causam efeito visual que valida mais a imagem pessoal do que exigir um formato de corpo perfeito.

O homem Vitruviano de Leonardo Da Vinci,a Proporção Aurea ou Divina Proporção (numero Phi)são ótimas referências de estudo sobre simetria ,que podem ser aplicadas ao trabalho de consultores de imagem através da morfologia corporal e até mesmo facial.

Exemplo de aplicação:

Cliente com silhueta O,braços e pernas curtas
  
Entendo que esse corpo precisa ser alongado,que quadris e ombros precisam ser equilibrados e proporcionais,afirmo pra essa cliente que a silhueta dela não é a simetria perfeita e causo um constrangimento,ou mando ela procurar uma cirurgia estética!?



Não!
Percebo todas essas singularidades,investigo o caso (oque de fato incomoda,oque ela deseja equilibrar) e aplico técnicas que equilibrem a morfologia sem precisar falar em simetria ou silhueta perfeita.

Na verdade a "silhueta perfeita" é um assunto bem polêmico...
Ex: 8 é considerada a simetria ideal,afirmam que essa silhueta pode usar tudo,mas minha cliente mesmo tendo o formato do corpo em 8 pode ter pontos que ela considere desfavoráveis visualmente,ou seja,não vai ser todo tipo de roupa que vai favorecer a imagem.


O número Phi também é uma excelente ferramenta para análise facial, para cortes e coloração de cabelo (equilibrar o formato do rosto,criar profundidade ou luminosidade) e principalmente para maquiagem (luz e sombra).Por isso contornos devem ser usados com cuidado para equilibrar sem descaracterizar o rosto .





A Matemática da Beleza é milenar e natural,podemos percebê-la em toda a criação,mas também não pode ser vista como uma ditadura,afinal estamos na era do autoconhecimento e auto estima,deve ser vista e utilizada como mais uma ferramenta que pode trazer resultados positivos para imagem pessoal ,sem exigências de perfeição.




"Ser para vestir"
Vandressa Pretto - Ecole Supérieure de Relooking Brasil

Comentários