Malévola - Um Novo Olhar

"Essa é uma história antiga,contada de um jeito novo"




Essa é a primeira frase do filme produzido pela Walt Disney Pictures,dirigido por Robert Stromberg (Alice no País das Maravilhas,As Aventuras de Pi,Oz,Mágico e Poderoso,Jogos Vorazes,Água para Elefantes ),trilha sonora de Lana Del Rey e estrelado por Angelina Jolie na pele de Malévola,personagem criada pelo artista Marc Davis no clássico da Disney de 1959. 




O filme é uma releitura do conto de fadas " A Bela Adormecida ",e nessa nova versão a vilã Malévola,ganha uma história pessoal que explica a origem de sua "maldade". Na verdade A Bela Adormecida já é uma releitura de contos mais antigos,com versões escritas por Charles Perrault - La Belle au Bois Dormant "A Bela Adormecida no Bosque") e pelos irmãos Grimm - "Little Briar Rose". 




O clássico de 1959 mostra um Malévola fria,ciumenta e egoístas,que joga uma maldição na princesa Aurora,pelo simples fato de não ser convidada para seu batizado,na versão de Jolie,Malévola é uma Fada protetora de uma terra encantada,e os humanos cegos pelo poder e ganância liderados pelo rei ,despertam sua fúria. 

O Filme é recheado de efeitos especiais,cenas dos clássico,frases significativas e poder feminino,que tanto assusta o universo masculino.´

Malévola me fez lembrar Morgana das histórias do Rei Artur.Considerada uma bruxa má ao longo de tantos anos,a Morgana de Marion Zimmer Bradley no livro "As Brumas de Avalon",é a Rainha das Fadas - Morgam Le Fay - uma bruxa poderosa que é manipulada por Viviane - A Senhora do Lago - e Merlin.Morgana perde tudo por conta de uma guerra politica e mágica.Morgana é Originalmente uma fada,mas como o poder feminino é assustador,em versões masculinas ela é a própria personificação do mal.

Malévola nos leva a reflexão de que todos somos luz e sombra,e o lado alimentado se fortalece,a fada protetora da terra mágica é um ser alado e que tem chifres,símbolos de sua magia natural e poder. 




Walter Elias Disney,o criador do mundo Disney era considerado por muitos,um homem racista e misógino,tese defendida pela professora Darlene J. Sadlier, da Indiana University, nos EUA.
A atriz Meryl Streep fez uma critica forte à postura sexista de Disney,Meryl leu uma carta na entrega do prêmio do National Board of Review, grupo responsável pela classificação dos filmes americanos,em que a produtora afirma a uma animadora em busca de emprego,que mulheres não participavam de forma nenhuma do processo de criação das animações.

Talvez tenha sido a forma como Disney enxergava as mulheres,que inspirou a criação de princesas frágeis,submissas,em busca do amor e transformou mulheres poderosas em demônios. Hoje a Walt Disney Pictures,talvez esteja preocupada em reverter essa visão de seu criador,princesas já contestam seu lugar e exigem seus direitos e bruxas já não são vistas como o mal absoluto. 

Malévola liderou as bilheterias em sua estreia nos cinemas da America do Norte e em território nacional,com um faturamento de aproximadamente US$ 70 milhões.

O figurino de Malévola é assinado por Anna B. Sheppard e inspirado nos originais de Marc Davis e toques do gosto pessoal de Angelina Jolie que é fã do estilo impar de Alexander MacQueen.

A equipe de maquiagem usou próteses nas bochechas e no nariz de Angelina para dar um efeito parecido ao rosto de Malévola na aminação de Disney.Angelina também usou lentes de contato,pintadas a mão pra que a cor dos olhos fosse idêntica a do clássico.

Malévola também inspirou um coleção inteira de maquiagem da M.A.C.



Frase final do filme.


Uma das cenas mais lindas do filme!




Laylah El Ishtar

Comentários