A Dieta Ideal




 “Comer é humano, digerir é divino” (Mark Twain). Mas o que durante o século passado poderia ser um ato natural, no século atual é um verdadeiro labirinto. Com tanta oferta de enlatados, congelados, pratos prontos ou semi-prontos, guloseimas das mais diversas origens e cardápios das mais diversas culturas, o difícil é encontrar a sua dieta ideal, equilibrada.
   Para alguns o objetivo é engordar, enquanto muitos outros querem emagrecer. Fato é que a alimentação equilibrada pode vencer o estresse, aumentar a energia e a alegria de viver.
   Não se trata de uma fórmula milagrosa. O caminho da felicidade está realmente na alimentação adequada, respeitando as necessidades físicas e limites do corpo.
   O primeiro passo é reduzir ao máximo toda química agressora que se consome no dia a dia. Evitar açúcar branco, refrigerantes, enlatados, bebidas e alimentos industrializados em geral.
   Depois, se propor uma reeducação alimentar. Para entender como se organiza uma dieta ideal, é preciso conhecer a divisão dos alimentos em quatro grupos básicos:

Grupo 1 – são os alimentos que fornecem combustível para o corpo e diminuem o desgaste das células: cereais (arroz, pães, massas, milho), raízes e caules (batatas, aipim, inhame).

Grupo 2 – são alimentos destinados a balancear o metabolismo sem ou com baixíssimo teor calórico: água, vegetais folhosos e flores (couve-flor, brócolis), frutas.

Grupo 3 – são os alimentos que fornecem matéria-prima para a renovação celular e novas substâncias para o organismo: leite e derivados, carnes magras, feijões, lentilhas, ervilhas.

Grupo 4 – são os alimentos calóricos, sem outra função além de fornecer calorias: gorduras, óleos vegetais, açúcar, bebidas alcoólicas.

   Diante desta classificação, a dieta ideal para qualquer pessoa é consumir cerca de 60% do Grupo 1, 25% do Grupo 2 e 15% do Grupo 3 dentro de um valor energético total adequado às necessidades individuais. Os alimentos do Grupo 4 devem ser evitados ao máximo.
   Outra dica muito importante: o intervalo entre as refeições deve ser entre 3 a 4 horas, no máximo! A dieta ideal e equilibrada é muito individualizada, mas o mais difícil é a reeducação alimentar. O profissional de Nutrição é capacitado a ensinar seu cliente a escolher os alimentos e a entender os erros cometidos na dieta anterior. Além de encorajar a prática de atividade física adequada ao seu ritmo e estilo de vida. Encontrando o equilíbrio, viver com saúde se torna um prazer!

Cátia de Souza Buscatti  - Nutrição Clínica
CRN 4ª 971000867
Contato:(21) 2416-3566 - 7760-2055  ID 961*24864
www.grupoescolhas.com.br

Comentários