60's- A volta dos Anos Rebeldes na moda



A década de 60 representou, no início  a realização de projetos culturais e ideológicos alternativos lançados na década de 50. Os anos 50 foram marcados por uma crise no moralismo rígido da sociedade, expressão remanescente do Sonho Americano que não conseguia mais empolgar a juventude Americana. A segunda metade dos anos 50 já prenunciava os anos 60: a literatura beat de Jack Kerouac, o rock de garagem à margem dos grandes astros do rock (e que resultaria na surf music) e os movimentos de cinema e de teatro de vanguarda, inclusive no Brasil. 

A década de 1960 pode ser dividida em duas etapas. A primeira, de 1960 a 1965, marcada por um sabor de inocência e até de lirismo nas manifestações sócio-culturais, e no âmbito da política é evidente o idealismo e o entusiasmo no espírito de luta do povo. A segunda, de 1966 a 1968 (porque 1969 já apresenta o estado de espírito que definiria os anos 70), em um tom mais ácido, revela as experiências com drogas, a perda da inocência, a revolução sexual e os protestos juvenis contra a ameaça de endurecimento dos governos. É ilustrativo que os Beatles, banda que existiu durante toda a década de 60, tenha trocado as doces melodias de seus primeiros discos pela excentricidade psicodélica, incluindo orquestras, letras surreais e guitarras distorcidas. "I want to hold your hand" é o espírito da primeira metade dos anos 60. "A day in the life", o espírito da segunda metade. 

Nesta época teve início uma grande revolução comportamental como o surgimento do feminismo e os movimentos civis em favor dos negros e homossexuais. O Papa João XXIII abre o Concílio Vaticano II e revoluciona a Igreja Católica. Surgem movimentos de comportamento como os hippies, com seus protestos contrários à Guerra Fria e à Guerra do Vietnã e o racionalismo. Esse movimento foi também a chamado de contracultura. Ocorre também a Revolução Cubana na América Latina, levando Fidel Castro ao poder. Tem início também a descolonização da África e do Caribe, com a gradual independência das antigas colônias. 

No entanto esta década começou já com uma grande prosperidade dos países ricos. Por exemplo com a explosão do consumo, 90% dos americano tinha televisão em 1960 e uma em cada 3 famílias inglesas tinha automóvel em 1959.

Moda é um sistema que sofre influências históricas,politicas e econômicas e nos anos 60 não foi  diferente,a época foi marcada pela rebeldia,pela liberdade e foram traduzidas nas roupas revolucionando o universo  fashion .

A moda passou a ser singular,divertida e alternativa,ganhou formas geométricas e cores vibrantes;mini saias,calças boca de sino,vestidos acinturados e saias rodadas,estampas éticas,listras e bolinhas,túnicas e vestidos trapézios eram a tendência.

Mais de 50 anos passados a moda dos Anos Rebeldes serve de inspiração pra estilistas de grandes grifes e vem com tudo na  primavera/verão 2013.

Inspire-se também,ouse,rebele-se!


























Laylah el Ishtar


The Beatles - I Want To Hold Your Hand

0 comentários:

Postar um comentário

 

Contato

Selo de Qualidade EnModa

Quem escreve.